sábado, 15 de dezembro de 2018
Nova Andradina - MS
Batayporã

Batayporã realiza ações alusivas ao Dia Mundial contra o Trabalho Infantil

08h:42min - 13 jun 2018 Por Assessoria

Neste 12 de junho, data em que celebra o Dia Mundial contra o Trabalho Infantil, a Prefeitura de Batayporã, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, deu início às atividades educacionais e informativas voltadas para conscientização e prevenção do trabalho infantil.

A abertura da campanha foi marcada por palestra sobre a temática, ministrada pela coordenadora de Proteção Social Especial, Tatiane Henrique Rodrigues Gonçalves. Iniciativa que envolveu crianças e adolescentes assistidas pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), estudantes das escolas municipais e estaduais, agentes comunitários de saúde e servidores da rede socioassistencial.

Presente no ato, a secretária Leia Maria destacou a importância das ações para o conhecimento das crianças e adultos sobre o aproveitamento correto da infância e adolescência.

“Infelizmente o trabalho infantil existe, e nós precisamos ter consciência desse crime para que haja luta eficaz. Nossas crianças devem frequentar escola de qualidade, além de ter todos os direitos que norteiam o seu desenvolvimento social, psicológico, intelectual e humano. Só assim construiremos um mundo melhor, por isso precisamos defender essa causa com afinco”, frisou.

No decorrer do mês outras ações serão realizadas com o objetivo de sensibilizar a população para os prejuízos sociais do trabalho infantil, assim como apresentar alternativas legais de trabalho para os adolescentes. A programação compreende palestra para os beneficiários do programa Bolsa Família, abordagens educativas e panfletagens em pontos estratégicos da cidade.

As atividades serão desenvolvidas pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Conselho Tutelar e Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) em conjunto com as secretarias municipais de Saúde e de Educação e Cultura, com o apoio das Polícias Civil e Militar e Organizações da Sociedade Civil.

“É imprescindível desenvolver ações articuladas com todos os atores envolvidos na garantia de direitos de crianças e adolescentes, para que a prevenção e enfrentamento do trabalho infantil estejam em conformidade com a realidade local e sejam verdadeiramente eficazes”, ressaltou a Coordenadora de Proteção Social Especial.

Campanha 2018 – Este ano a campanha de combate ao trabalho infantil traz o tema “Piores Formas: Não proteger a infância é condenar o futuro!”. O título chama a atenção para as consequências danosas do trabalho infantil para o futuro das crianças e adolescentes.

A campanha no Brasil destaca as piores formas de trabalho infantil e comemora 10 anos da “Lista TIP”, que se tornou referência para o combate ao trabalho infantil no país.

Como denunciar – Para denunciar casos de trabalho infantil, basta entrar em contato com os órgãos públicos, por meio dos CREAS ou do Conselho Tutelar.

 

Deixe seu comentário

Ver todas as notícias