domingo, 24 de junho de 2018
Nova Andradina - MS
Campo Grande

Por sonho de casamento, devotos fazem fila em busca de alianças no bolo de Santo Antônio

Escondidas no bolo de 25 metros, que pesa 1,3 toneladas, estão 1.100 alianças de bijuteria e um par de alianças de ouro. Diz a tradição que quem encontra um dos anéis se casa em um ano.

11h:00min - 13 jun 2018 Por G1 MS

O sonho de casamento levou um grande número pessoas a enfrentarem a manhã fria desta quarta-feira (13), para comprarem um pedaço do bolo de Santo Antônio, na paróquia do padroeiro de Campo Grande, no centro da cidade. Escondidas no bolo de 25 metros, que pesa 1,3 toneladas, estão 1.100 alianças de bijuteria e um par de alianças de ouro. Diz a tradição que quem encontra um dos anéis se casa em um ano.

A produção da bolo, que tem massa de pão de ló, recheio de chocolate e baunilha e cobertura de chantilly, começou há cerca de 10 dias e nesta terça-feira, véspera do dia do santo o trabalho começou a ser finalizado. Um grupo de 40 voluntários se mobilizou e concluiu a iguaria por volta das 4h40.

O tradicional bolo tem algumas novidades em 2018. Em vez de totalmente retangular, uma parte é redonda, onde foi colocada uma imagem do santo em destaque. Além disso, outras três imagens menores foram espalhadas em meio as camadas do bolo.

“É gratificante você ver a fé das pessoas. O sonho daquelas que buscam um casamento e também de quem já está casado e quer reforçar os laços”, diz uma dos voluntárias, Lionice, que trabalhou na produção do bolo das 8h de terça até a conclusão nesta madrugada.

O pároco da igreja, padre Odair Costa, conta porque Santo Antônio é conhecido como casamenteiro. “Ele tem uma fama de caridade. No período em que viveu [entre os séculos XII e XIII, na Itália], as mulheres precisavam de um dote para casar. As mais humildades não tinham, e ele se organizava, pedia ajuda e arrumava esse dote. Aí foi se criando essa fama de casamenteiro”, explica.

 

 

Deixe seu comentário

Ver todas as notícias