Nova Andradina - MS Busca
"RIFA DO AGUÃO

Em Campo Grande, Luciano Huck “poupa vida” de leitoa por R$ 500

Apresentador da Globo esteve na Capital para entregar prêmio de R$ 1 milhão

09:57 - 14 dez 2019 | Por Correio do Estado

O apresentador global Luciano Huck esteve em Campo Grande no início da tarde desta sexta-feira (13) para entregar o prêmio de R$ 1 milhão do Caldeirão Ypê. Mais uma vez, a vinda da celebridade teve acontecimento inusitado. Luciano foi convencido a comprar rifa em que o prêmio era uma leitoa. “Eu compro a rifa inteira se você prometer que não vai matar a leitoa”, afirmou o apresentador.

Luciano Huck desceu no Aeroporto Internacional de Campo Grande e agradeceu mais uma vez a atenção que recebeu quando esteve na Capital na ocasião em que sofreu acidente de avião com sua esposa, a apresentadora Angélica e filhos. “As coisas não acontecem por acaso, lugar que tenho maior respeito, carinho e gratidão”, declarou.

Em seguida, o apresentador foi ao encontro do ganhador do prêmio e no caminho parou para tomar uma garapa do “seu Manoel”.

Ao seguir em direção ao contemplado pelo prêmio, Luciano foi abordado “no meio da rua” por um morador do Distrito de Aguão, José Basílio de Oliveira, de 45 anos.

O morador do distrito pediu para Luciano ajudar na rifa em que os valores serão utilizados para comprar presentes para crianças carentes. O prêmio da rifa acabou “sensibilizando” o apresentador. “Vai matar a leitoa?”, perguntou Huck.

O vendedor da rifa disse que é um homem de palavra e que vai se comprometer em não matar o animal caso o apresentador compre a rifa.
Luciano Huck comprou toda a cartela que custou R$ 500,00. Cada número era de R$ 10,00.

O morador do distrito de Aguão perguntou se o apresentador gostaria de levar a leitoa no avião. “Não sei se a Angélica vai gostar; se eu chegar em casa com a leitoa”, declarou.

ACIDENTE

Em 2015, o apresentador estava com sua família (esposa e três filhos) em uma aeronave de pequeno porte quando fez pouso forçado na área de uma fazenda, aproximadamente, 30 km de Campo Grande.

As duas babás também estavam dentro do avião. Todos os tripulantes foram socorridos e encaminhados para a Santa Casa de Campo Grande.