Nova Andradina - MS Busca
Campo Grande

Colégio lamenta morte trágica de major, que recebe homenagens de alunos

Paulo Settervall era da reserva do Exército e, atualmente, trabalhava como professor de matemática em colégio particular da Capital

16:33 - 15 abr 2019 | Por Campo Grande News

De acordo com o site Campo Grande News, amigos, familiares e ex-alunos do major da reserva do Exército, Paulo Settervall, assassinado na noite de ontem (14) em frente a um hotel de Bonito – a 257 km da Capital – usaram as redes sociais para homenagear o profissional, que atualmente lecionava em um colégio particular de Campo Grande. Frases motivacionais que eram constantemente ditas pelo professor, assim como a paixão pela sala de aula, foram ressaltadas.
“Ele era conhecido por sempre encerrar suas aulas com a frase: “Sejam felizes ou pelo menos tentem, com fé e coragem”, relembra Pedro Henrique Flores, de 22 anos, ex-aluno do professor de matemática.

Segundo ele, que estudou entre os anos de 2011 e 2013 com Settervall, a disposição em ensinar e o amor pela profissão era visível. “Todos os alunos podiam perceber o quão apaixonado ele era pela matemática e por lecionar. Além de ser um excelente professor, era uma excelente pessoa, exemplo de valores morais e éticos, sempre disposto a ajudar os alunos, os quais ele sempre tratou como amigos”, complementa Pedro.

Em sua página oficial no Facebook, o colégio Bionatus também se pronunciou sobre o ocorrido. Uma nota de pesar foi divulgada como forma de apoio aos familiares do profissional, onde a instituição ainda ressalta a forma “trágica” em que tudo aconteceu.

“Nós, nos solidarizamos com os familiares e amigos por este tão delicado momento. Ao mesmo tempo, colocamo-nos para prestar total apoio aos familiares, além de desejar alívio e conforto”, diz a mensagem.

Após a publicação, muitas pessoas aproveitaram para escrever uma mensagem sobre Settervall. “Grande mestre e grande pessoa, coração enorme! Fará muita falta, vá em paz!”, foi escrito em um dos recados.

Uma outra pessoa aproveitou para dizer que o professor era “um ser humano dono de um coração maior que ele.Que perda, meus amigos. Que perda!!!”.

Familiares agora aguardam a liberação do corpo do major da reserva para realização do velório. Segundo apurado pela reportagem, mesmo sem local confirmado, até o momento, o sepultamento será em Campo Grande.

O caso – Paulo foi assassinado por volta de 21h30 de ontem, em frente a hotel CLH Suítes onde estava hospedado. Ele foi morto a facadas na Rua Luiz da Costa Leite, no Centro do município. Ele foi encontrado morto na calçada e a Polícia Civil agora investiga a motivação do crime.
Após depoimento de testemunhas, um suspeito foi identificado, porém não localizado. “Pessoas disseram que tinham visto o homem alterado e com uma faca na mãos, nas proximidades”, relatou o delegado Gustavo Henriques Barros.