Nova Andradina - MS Busca
Junho Prata

Campanha Junho Prata alerta para a violência contra os idosos

08:12 - 25 jun 2019 | Por Assessoria

Foto: William Gomes

Durante todo este mês de junho, o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (CMDDPI), a Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social (Semcias) e o CREAS se uniram para o desenvolvimento de ações que visam conscientizar sobre a violência contra as pessoas que estão na chamada “terceira idade”.

Todos os atos integram a Campanha Junho Prata, instituídos pela Lei 5.215/2018, de autoria do deputado Renato Câmara e também faz alusão ao Dia Internacional de Conscientização e Combate à Violência contra a Pessoa Idosa, lembrado no dia 15 de junho.

Os trabalhos começaram na semana passada, com a divulgação nos meios de comunicação visando à conscientização sobre a importância do respeito à integridade física e psíquica da pessoa idosa e dos canais que recebem denúncias sobre este tipo de crime.

Na ocasião, o presidente do CMDDPI, Hermes Santos e a Conselheira Fabiana Santos ressaltaram o papel ativo do Conselho, atuando na implementação de políticas voltadas aos idosos, articulação e encaminhando propostas aos poderes municipais e as principais responsáveis pela execução das ações, fiscalização, apuração de denúncias e promoção de um amplo e transparente debate das necessidades e anseios deste público alvo.

Foto: William Gomes

Os conselheiros municipais e equipe do CREAS também distribuíram panfletos informativos sobre a campanha em mais uma blitz educativa para sensibilizar e mobilizar a sociedade contra situações de violência e violação de direitos das pessoas com 60 anos ou mais.

Nos dias 25 e 28 de junho, acontecerão duas palestras sobre temas como prevenção e identificação de situações de violência, negligência e abuso contra os idosos, enfrentamento a todos os tipos de violência cometidos contra a pessoa idosa e a importância de denunciar e encaminhar os casos de forma correta.

As informações apresentadas têm o propósito de assegurar um envelhecimento digno e saudável e, em especial preparar as novas gerações com informações, materiais e recursos educacionais, lembrando que todos vão envelhecer, sendo necessário garantir uma vida com dignidade a nossos idosos e um futuro melhor para toda população.

“Todo tipo de violência precisa ser denunciada e investigada, seja ela física, psicológica, sexual, abandono, negligência financeira e maus-tratos”, enfatiza a secretária Julliana Ortega.

Os interessados em participar das palestras poderão entrar em contato pelo telefone (67) 3441- 8502 ou no endereço da Central dos Conselhos, localizado na rua: Milton Modesto n° 1712.

Telefones para Denúncias

Central dos Conselhos (67) 3441- 8502

Disque 100